<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d36516389\x26blogName\x3dAgilizando\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://agilizando.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://agilizando.blogspot.com/\x26vt\x3d7698288635090770307', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Agilizando

(Agilizando ... para você)


Supercomputador IBM auxiliará em estudos climáticos

Na tentativa de melhorar as pesquisas de mudanças climáticas, a entidade americana National Center for Atmospheric Research (NCAR), adquiriu um supercomputador IBM chamado "Blueice", capaz de atingir picos de velocidade de até 12 teraflops e manter velocidade de 2 teraflops.

A compra do supercomputador é uma das etapas do esforço de modernização que o centro de pesquisa está passando, na tentativa de ajudar a responder a questões sobre mudanças climáticas.

Segundo a IBM, o computador procuraria problemas como o aumento na incidência de tempestades e períodos de seca, além de trabalhar para melhorar as previsões. O Blueice é formado de processadores SMP (Symmetric Multi-Processor) p5 575, rodando a 1,9 GHz, com auxílio de 4 terabytes de memória e outros 150 terabytes de espaço de armazenamento em disco, e será o primeiro supercomputador a sustentar operações em teraflops no NCAR.

O Blueice consumirá 40 kilowatts de potência continuamente, praticamente o mesmo tanto que seu antecessor Bluesky, uma média quatro vezes superior ao consumo de uma casa típica dos Estados Unidos. O novo supercomputador também tomará um quinto do espaço utilizado pelo atual Bluesky.

Em 2008, a IBM e a NCAR devem arranjar um sucessor para o Blueice, desta vez baseado na nova arquitetura POWER6. A NCAR conta com cerca de 1200 cientistas e pesquisadores e é um dos 36 centros americanos de pesquisa e desenvolvimento. Fonte: Geek.

Agilizando a tecnologia para você!
« Home | Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »

Postar um comentário